Postagens Etiquetadas ‘Carros de Luxo’

Mercado de carros de luxo no Brasil cresce apesar da crise no setor automotivo

bmw carros de luxo brasil

Por Ricardo Ojeda Marins

Artigo publicado no Blog do Milton Jung (Rádio CBN)

Mundos opostos: o mercado automotivo no Brasil vive um momento difícil com a crise econômica no país. O aperto no financiamento, principalmente para consumidores de carros populares, diminuiu ainda mais a fatia das principais gigantes do setor – General Motors, Fiat, Volkswagen e Ford. O resultado é que fabricantes estão parando sua produção e demitindo funcionários como se percebe no noticiário. Por outro lado, o mercado de carros de luxo está em pleno crescimento, alheio à crise.

De acordo com dados do jornal O Estado de São Paulo, BMW, Audi e Mercedes-Benz, que juntas dominam 70% do mercado automotivo de alto padrão no Brasil, venderam cerca de 14 mil unidades de janeiro a abril, o que representa um crescimento de 18% somente nesse período. São veículos com preços que variam de R$ 96 mil a R$ 960 mil reais.

crise CARROS mercado de luxo

Com tantas incertezas que vive o país, muitos devem se questionar: quem são esses consumidores?

O mercado de luxo lida com um público de altíssimo poder aquisitivo, a princípio não atingido por crises econômicas ou, certamente, em menor escala.

É essencial ressaltar que há um questão comportamental muito importante que comanda boa parte desse consumo. Quem vive a experiência do luxo há algum tempo tende a ter um comportamento mais sutil na busca por novos produtos, principalmente em tempos de crise.

Ao mesmo tempo, cresce cada vez mais o número de milionários no Brasil, criando uma demanda de compradores ávidos por novidades, pelo consumo, por usufruir de seu poder aquisitivo relativamente recém conquistado. E automóvel é uma paixão nacional. Sonho de consumo de muitos brasileiros. E símbolo de status.

evoque carros de luxo

Uma vez que parcela desses consumidores adquire condição privilegiada pode por prática esse sonho e comprar automóveis de marcas prestigiosas como BMW, Audi, Mercedes-benz, Volvo, Land Rover, Porsche ….

E você, com qual carro você sonha ainda possuir?

 

Ricardo Ojeda Marins é Professional & Self Coach, Administrador de Empresas pela FMU-SP, MBA em Marketing pela PUC-SP e MBA em Gestão do Luxo na FAAP. É autor do Blog Infinite Luxury e escreve, às sextas-feiras, no Blog do Mílton Jung.

Novo simulador gera experiência de dirigir Ferrari e estimula compras, em loja de Milão

ferrari simuladores milão

Por Ricardo Ojeda Marins

Artigo publicado no Blog do Milton Jung (Rádio CBN)

A montadora italiana Ferrari, ícone do mercado de alto luxo automotivo, agora oferece simuladores de F1 aos clientes de sua loja, em Milão. Com isso, os consumidores têm o privilégio de ficar atrás do volante de uma das quatro “máquinas” de corrida, durante a visita ao histórico Palazzo Ricordi, próximo da Piazza del Duomo. Máquina, aliás, desejada por milhares de apaixonados por carros, velocidade, design e esportividade (sonho, inclusive, de muitos dos pilotos de fórmula 1).

Antes encontrados apenas no Museu Ferrari, em Maranello, os primeiros simuladores de F1, em um ponto de vendas da escuderia, possuem telas de alta definição com 180 graus, ao redor do motorista, permitindo a imersão plena na emoção de dirigir uma Ferrari. A intenção da marca foi agregar entretenimento à experiência de compra dos consumidores.

Hoje, no luxo contemporâneo, muito mais do que os produtos em si, o que vale é a experiência.

O uso dos simuladores oferece aos clientes, a maioria deles sem nenhuma possibilidade de comprar um modelo da Ferrari, o privilégio de vivenciar as sensações que são proporcionadas às raras pessoas que podem rodar a bordo dos carros da marca.

Ao provocar a satisfação desses consumidores, as vendas da loja de Milão são alavancadas. A percepção de estarem andando em alta velocidade com uma Ferrari, os estimula a consumir ainda mais produtos que são desenvolvidos pela escuderia italiana a preços acessíveis, tais como roupas, bonés, chaveiros e outros acessórios.

Permite que esses clientes se sintam privilegiados por serem capazes de manter um relacionamento com a marca pela qual são apaixonados.


Ricardo Ojeda Marins é Professional & Self Coach, Administrador de Empresas pela FMU-SP e possui MBA em Marketing pela PUC-SP. Possui MBA em Gestão do Luxo na FAAP, é autor do Blog Infinite Luxury e escreve às sextas-feiras no Blog do Mílton Jung

Marcas de carro e som investem em parceria e se diferenciam no mercado de luxo

bang olufsen bmw

Por Ricardo Ojeda Marins

Artigo publicado no Blog do Milton Jung (Rádio CBN)

Duas das mais prestigiosas marcas de luxo voltam a unir expertises e rodar juntas a bordo do modelo X6 da montadora alemã BMW. O carro sai de fábrica com sistema de áudio da Bang & Olufsen – os dinamarqueses produzem os mais elegantes e sofisticados equipamentos eletrônicos do mundo – reproduzindo parceria que já havia sido realizada com outros fabricantes de automóvel do segmento de luxo.

O novo modelo X6, vendido no Brasil por cerca de R$ 500mil, tem sistema de som Surround, que permite criar uma agradável atmosfera a bordo, com uma acústica excepcional. O extraordinário som é emitido por 16 alto-falantes com uma potência de 1.200 Watts, incluindo um alto-falante central integrado no painel. O alto-falante central emite os sons médios e está equipado com tecnologia que permite oferecer qualidade semelhante em todos os lugares do carro. O cliente pode escolher entre duas configurações sonoras: o modo “Studio”, com um som cristalino, ou o modo “Expanded”, que oferece maior expansão da acústica. A iluminação da cobertura frontal dos alto-falantes completa o prazer audiovisual.

No mercado de produtos de luxo, é comum o uso do co-branding, estratégia utilizada por BMW e Bang & Olufsen. A prática consiste no desenvolvimento de um projeto unindo duas marcas com o objetivo de valorizá-las e fortalecê-las ainda mais. O co-branding é uma das ferramentas mais importantes para solidificar ou posicionar a imagem de uma empresa neste segmento. Tem sido explorado com frequência no cenário competitivo global, no qual cada vez é mais difícil diferenciar-se diante de consumidores extremamente exigentes como os de alta renda.

Ricardo Ojeda Marins é Professional & Self Coach, Administrador de Empresas pela FMU-SP e possui MBA em Marketing pela PUC-SP. Possui MBA em Gestão do Luxo na FAAP, é autor do Blog Infinite Luxury e escreve às sextas-feiras no Blog do Mílton Jung.

Bentley põe sua marca de luxo nos carros elétricos

Bentley brasil

Por Ricardo Ojeda Marins

Artigo publicado no Blog do Milton Jung (Rádio CBN)

A montadora inglesa Bentley Motor revelou três modelos híbridos durante o Beijing International Automotive Show, no início deste mês. A premissa da marca é a excelência e, nesta linha, a Bentley não mediu esforços para desenvolver os carros com essa tecnologia trazendo leveza e eficiência e, ao mesmo tempo, mostrando o quão luxuoso um automóvel híbrido pode ser.

Esteticamente, o Bentley Hybrid Concept mantém a aparência de elementos tradicionais de design da marca, sem deixar de ser ousado no projeto. A fabricante apostou na criação de um veículo luxuoso que oferece potência ao motorista com um pouco dessa paz de espírito que muitas vezes vem com a condução de um híbrido, diminuindo a sua emissão de carbono. Em relação às versões convencionais, o modelo híbrido é capaz de aumentar a potência em 25%, enquanto corta a emissão de carbono em até 70%, tendo ainda bateria com duração de pelo menos 50 quilômetros apenas com o modo elétrico. O material e detalhes em cobre estão presentes em várias partes do carro como nos faróis, pinças de freio, moldura da grade e painel.

A indústria automotiva tem investindo no segmento de carros híbridos, não apenas pela rigidez do mercado atual em relação à sustentabilidade e outras questões ambientais. Essas empresas mantêm o foco no consumidor que busca desempenho, conforto e velocidade em automóveis de alto luxo. A velocidade é valor intrínseco desses carros que proporcionam a seus consumidores o prazer de dirigir, porém de maneira mais consciente em relação a seus impactos ao meio ambiente. As grandes marcas estão de olho no consumidor de alto poder aquisitivo que busca conforto, velocidade e, também, se preocupa com as questões globais. É O retrato de um luxo consciente no mundo contemporâneo.

Bentley: o bom gosto dos automóveis britânicos também na perfumaria

bentley perfume azure luxo

Por Ricardo Ojeda Marins

Artigo publicado no Blog do Milton Jung (Rádio CBN)

A montadora britânica Bentley Motors dá sequência a sua estratégia de expansão em produtos lifestyle com a introdução de sua mais recente fragrância masculina, Azure. Depois do sucesso da Bentley for Men, a tradicional montadora de automóveis de luxo agora tem mais um perfume com o intuito de atingir a um público maior de consumidores. Não é a primeira vez que a Bentley amplia sua marca para novas linhas de produto. Além de seus icônicos automóveis, desejados ao redor do mundo, o nome da empresa já está em bolsas, óculos de sol, perfumes e mobiliário doméstico.

A extensão de produtos no mercado do luxo é cada vez mais presente e, na verdade, inevitável para boa parte das marcas, principalmente pelo fato de que estas precisam atingir os resultados financeiros necessários e desejados como qualquer outra empresa, seja ela com foco no luxo ou não. Nesse caso, implementando linhas de produtos considerados como luxo acessível, a marca pode atingir um número bem maior de pessoas do que somente os consumidores potenciais de seus automóveis – é o que consideramos ser o luxo aspiracional.

O importante é manter uma gestão rigorosa e seletiva de distribuição de produtos, sempre se preocupando com a comunicação que deve ser feita de forma seletiva e, principalmente, criando categorias alinhadas ao conceito da marca. É necessário, também, que se conserve o alto nível de relacionamento do público com a marca. A expansão realizada sem critério confunde o que a marca representa, afetando a sua imagem e o seu valor perante o público-alvo.

Bentley: o luxo dos carros ingleses também na decoração de sua casa

Bentley New Continental Speed

Por Ricardo Ojeda Marins

Artigo publicado no Blog do Milton Jung (Rádio CBN)

Muitos apaixonados pelos automóveis da prestigiosa marca inglesa Bentley vivem em sua própria residência do jeito que dirigem: com a coleção de móveis da marca. A Bentley Home Collection criou uma nova coleção com móveis feitos a mão inspirados nas técnicas, materiais e acabamentos que caracterizam o interior de automóveis da Bentley. A parceria é com a Club House Italia, renomada marca de designer de móveis artesanais.

A nova coleção inclui projetos tradicionais e modernistas, trazendo um pouco do espírito do “British gentleman driver”. O couro, laminados, metal e vidro, sempre com a qualidade distintiva de cada objeto, são elementos de luxo utilizados nas peças para casa, como tradicionalmente nos carros da marca. A nova coleção inclui itens como a linha Richmond, de sofás e poltronas, estofados em couro, linho ou cashmere e acabamento em couro trançado, os armários Sherbourne & Kingsbridge, que podem ser encomendados com frentes de madeira ou couro com interiores em madeira lacada e prateleiras de cristal, além da mesa de café Harlow, com estrutura de aço bronze e coberta com acabamento em ônix ou couro.

A extensão de marca da Bentley não se resume ao segmento de homeware. Através de várias parcerias, a marca inglesa oferece uma extensa linha de relógios, canetas, bolsas, roupas, acessórios, perfumes e outros. Seu prestígio pode ser encontrado também no segmento de hotelaria de luxo. O renomado hotel The St Regis New York, da rede Starwood Hotels, possui uma de suas mais luxuosas suítes com o nome Bentley Suite, com decoração inspirada nos carros da marca. Um privilégio para abonados que podem desfrutar da experiência de se hospedar neste hotel, um dos mais luxuosos e tradicionais de Manhattan que fazem parte da história da cidade que nunca dorme, reconhecido por seus serviços e acomodações impecáveis, como o seu tradicional serviço de mordomo. Tudo isso a apenas alguns passos do Central Park.

Bentley Home Collection2

Bentley Home Collection

Land Rover lança aplicativo na App Store com a quarta geração Range Rover

Por Ricardo Ojeda Marins

A Land Rover anunciou o lançamento de seu aplicativo para iPhone e iPad criado para divulgar a quarta geração de veículos Range Rover. O aplicativo se chama The Trail Less Traveled e já está disponível na App Store, permitindo aos usuários fazer uma viagem com o veículo, explorar suas robustas capacidades on-road e off-road, combinadas com os detalhes refinados de sua parte interior e exterior.

O aplicativo convida os usuários a explorar a quarta geração da renomada marca, por dentro e por fora, através de uma viagem interativa em 8 etapas. O motorista pode escolher seu próprio caminho através de um mapa interativo, avançar para diferentes etapas da viagem, e até mesmo pausar a experiência, para explorar fotos e vídeos dos mais recentes avanços da engenharia no veículo. Além da viagem, o motorista pode escolher o seu próprio ponto de vista, trilha sonora, e até mesmo o seu próprio fim do trajeto.

“Por mais de 65 anos, Land Rover tem sido pioneira na indústria automobilística, explorando novas maneiras para ajudar a levar as pessoas a locais de uma forma que outros veículos não podem. O aplicativo The Trail Less Traveled é para mostrar esse espírito, que é inerente à nossa marca”, disse Kim McCullough, vice-presidente da Land Rover North America.

A estratégia de Mobile Marketing utilizada pela Land Rover mostra uma realidade que já faz parte do Mercado do Luxo. Além de ser um canal onde o consumidor AAA está presente em sua maioria, é uma maneira eficaz de aperfeiçoar a experiência do cliente com o produto, antes mesmo de adquiri-lo ou até mesmo de ir a um ponto de venda. O consumidor pode, assim, conhecer detalhes do produto, vivenciá-lo e planejar a compra de acordo com seus gostos pessoais.

Maserati & Ermenegildo Zegna: a combinação do luxo, tecnologia, velocidade e moda sob medida

Por Ricardo Ojeda Marins

Ícones do Mercado do Luxo italiano, as marcas Maserati e Ermenegildo Zegna se uniram em uma parceria mais do que perfeita: tecnologia, velocidade, bom gosto, moda sob medida e sofisticação. Maserati criará um modelo de automóvel com edição limitada que leva a assinatura da marca de moda italiana, reconhecida mundialmente como símbolo de elegância, prestígio e alta qualidade.

A criação do modelo Maserati Quattroporte by Ermenegildo Zegna foi em comemoração ao centenário da montadora, que será em 2014, com edição limitada de apenas 100 modelos do luxuoso automóvel. A customização será um dos principais diferenciais oferecidos aos consumidores: eles terão a opção de uma variedade de acessórios Zegna feitos sob medida para seus veículos, incluindo novas cores, materiais e acabamentos.

“Ambas as empresas têm uma tradição industrial centenária e são conhecidas mundialmente como embaixadoras da excelência italiana”, diz Gildo Zegna, CEO do Grupo Ermenegildo Zegna. “Estou confiante de que por esta nova colaboração, as duas marcas serão capazes de combinar a atenção sob medida para detalhes com tecnologia de ponta, levando à criação de um novo mundo de estilo e elegância.”

“Maserati é uma marca de automóveis de prestígio que está numa fase incomparável de crescimento estratégico e industrial em termos de produtos e presença no mercado. A parceria com uma empresa igualmente proeminente como Ermenegildo Zegna beneficiará as duas marcas e o Grupo Fiat Chrysler, diz Sergio Marchionne, CEO do Grupo Fiat, da Chrysler e presidente da Maserati.”

Essa estratégia de co-branding entre as marcas se traduz, sem dúvidas, em ganhos financeiros e melhoria da imagem das marcas, e por ser uma união de marcas do segmento do Luxo,  um dos seus principais intuitos é oferecer experiências com um alto nível de envolvimento junto aos consumidores.

A previsão de comercialização dos automóveis é para 2015 e seu primeiro modelo deverá ser exibido num próximo salão internacional de automóveis, provavelmente nas cidades de Genebra, Frankfurt ou Paris.

Luxo na China: Audi abre showroom digital em Pequim

Por Ricardo Ojeda Marins

A marca Audi adota uma nova abordagem na China: Audi City Beijing foi aberto há alguns dias no centro da metrópole, no norte da China, sendo o primeiro showroom digital da marca na Ásia.

Com nada menos que 2.100 metros quadrados, o luxuoso showroom da marca alemã está localizado na Changan Street, no coração de Pequim e perto da famosa Tiananmen Square. Seus visitantes tem a oportunidade de manusear grandes telas com imagens virtuais, escolhendo o carro com suas características preferidas, como cores, funções e opcionais. Graças à tecnologia de mídia inovadora, eles podem digitalmente customizar um automóvel de várias configurações. O espaço conta com 2 andares e espaço para 14 carros, bem como para eventos culturais e exposições.

“Com o Audi City Beijing, trazemos uma experiência de marca exclusiva e futurística para as pessoas de Pequim”, diz Luca de Meo, Membro do Conselho de Administração de Vendas e Marketing da AUDI AG. “A vibrante capital de nosso maior mercado mundial de vendas é um local perfeito para este showroom digital de conceito inovador.”

Vale destacar que a Audi utilizou em seu showroom digital o conceito de brand experience, uma vez que oferece a seus clientes a oportunidade de customização, experimentar modelos e escolher cores e diversos outros opcionais para o seu produto desejado – uma oportunidade importante de fortalecer o relacionamento da marca com seus consumidores. Depois de Londres, este foi o segundo showroom digital da marca, e sua próxima unidade deverá ser inaugurada em Berlim, na Alemanha.

A sustentabilidade no segmento de automóveis de luxo

Por Ricardo Ojeda Marins (Artigo publicado no site Gestão do Luxo da FAAP)

Montadoras de carros de luxo apostam na produção de carros híbridos e investem em ações que reduzem o impacto ao meio ambiente

Cada vez mais praticada por empresas de diversos segmentos, a responsabilidade social vem ganhando relevância também no mercado de luxo, e no segmento automotivo não seria diferente. Fatores como o aquecimento global e o aumento da escassez de recursos naturais vêm fazendo com que muitas montadoras modifiquem seus processos de produção e ofereçam a seus clientes opções de automóveis econômicos e menos poluentes, sem, é claro, perder o estilo e o alto valor agregado do produto.

Diversas marcas de prestígio internacional como Ferrari, Porsche, Jaguar e Mercedes-Benz apostam em ações sustentáveis e na produção de automóveis híbridos, unindo altíssimo luxo, potência e menor consumo de combustível, em geral modelos cobiçados por consumidores de alto poder aquisitivo apaixonados por carros, velocidade e engajados em questões ecológicas.

A italiana Ferrari inseriu diferenciais como câmbio de dupla embreagem e injeção direta de combustível em seus automóveis, além de colocar painéis solares para diminuir o consumo de energia elétrica da unidade de sua fábrica na Itália, reduzindo a emissão de dióxido de carbono. A legendária marca está disposta ainda a desenvolver modelos híbridos. É o que mostra o modelo Ferrari 599 Hy-Kers, que teve sua produção experimental e que é, literalmente, uma Ferrari verde. A marca italiana, reconhecida por sua icônica pintura vermelha, ganhou um modelo de cor incomum por uma razão especial: o fato de ela ser a primeira Ferrari híbrida.

O motor elétrico utilizado na Ferrari 599 Hy-Kers pesa apenas 40 quilos e é acoplado ao restante do conjunto com o auxílio de uma de suas duas embreagens existentes na transmissão de sete velocidades, com uma potência superior a 100 cavalos e que pode atuar como um gerador ao armazenar a energia cinética desperdiçada nas frenagens, transformada em energia elétrica por meio dos freios regenerativos. Sua eletricidade alimenta os sistemas auxiliares, como a direção hidráulica, o ar-condicionado e freios, e é também utilizada para abastecer os componentes eletrônicos do veículo. Seu motor elétrico atua também em conjunto com o propulsor movido a gasolina, principalmente em situações que exigem potência extra, como em acelerações ou ultrapassagens. O equipamento é parecido com o mesmo utilizado pela escuderia italiana nas corridas de Fórmula 1.

Renomada por seus modelos esportivos luxuosos, a Porsche também está engajada na produção de automóveis com menor consumo de combustível e menos poluidores, como o modelo híbrido Porsche Cayenne S Hybrid, primeiro automóvel híbrido da montadora que, além de contar com o mesmo motor V6 3.6 litros movido a gasolina, utiliza uma unidade elétrica de 38 KW. Sua fonte de energia elétrica ajuda o veículo a manter o consumo de combustível mais baixo e a reduzir as emissões de gases causadores do efeito estufa. O motor de combustão e o motor elétrico podem trabalhar em conjunto ou separadamente. Quando a energia acumulada se esgota, o motor elétrico é desligado e o automóvel passa a funcionar com gasolina. Há ainda a função de recuperação de energia nas frenagens e desacelerações, além de recarregamento das baterias pelo próprio motor elétrico, que funciona como um gerador.

A marca britânica Jaguar também é destaque no mercado socialmente correto. Aparentemente, seu modelo C-X75 possui o tradicional estilo da grife. Mas, por trás desse aspecto clássico, tem-se um dos carros mais ousados dos últimos anos. Ao invés do tradicional motor V8, ele possui quatro motores elétricos com 195 CV de potência cada um, montados diretamente sobre as rodas. Ao todo são 780 CV, que fazem dele um dos veículos elétricos mais potentes do mercado. Ao invés do motor a gasolina, que serve de apoio nos carros híbridos, o C-X75 tem duas microturbinas movidas a gás, que giram a 80 mil rotações por minuto e produzem a energia necessária para alimentar as baterias, gerando menos poluição do que os motores convencionais. Além disso, suas microturbinas pesam apenas 35 kg cada uma. Essa combinação de fatores ajuda o C-X75 a alcançar 330 km/h e rodar até 900 km a cada recarga. Seu moderno sistema de som foi desenvolvido pela empresa inglesa Bowers & Wilkins, e é formado por uma película que contém dezenas de micro alto-falantes que cobrem todo o revestimento das portas.

Já a alemã Mercedez-Benz inovou ao produzir o modelo S400 Hybrid, que foi o primeiro veículo híbrido vendido oficialmente no Brasil. Esse luxuoso modelo possui motor 3.5 litros V6, de 279 CV, movido a gasolina e auxiliado por um propulsor elétrico, de 20 CV. Porém, diferente do que ocorre em alguns veículos híbridos, o motor abastecido pelas baterias de íons de lítio não opera sozinho, mesmo em baixas velocidades e com pouca demanda por desempenho. O propulsor elétrico apenas soma potência ao bloco a combustão nas situações em que este é mais exigido, economizando combustível e emitindo menos poluentes. As baterias são reabastecidas pelo próprio motor, que solta parte de sua energia para um gerador que a transforma em recarga, e pela energia dissipada pelos freios, algo semelhante à tecnologia Kers utilizada na Fórmula 1. O S400 Hybrid também conta com sistema especial que interrompe o funcionamento do motor em velocidades inferiores a 8 km/h e com o freio pressionado. Sua velocidade máxima é de 250 km/h, enquanto o consumo combinado é de 11,9 km/h. Vale destacar o seu sistema de informação do sistema híbrido. Há uma tela central no painel com uma espécie de raio x do veículo, com informações como o fluxo de gasto ou acúmulo de energia do motor elétrico.

A indústria automotiva vem investindo no segmento de carros híbridos, porém não apenas pela rigidez do mercado atual com relação à ecologia, sustentabilidade e outras questões ambientais. Essas empresas mantêm o foco no consumidor que busca desempenho esportivo, conforto e velocidade em automóveis de alto luxo. A velocidade é valor intrínseco desses automóveis, que proporcionam a seus consumidores o prazer de dirigir em alta velocidade, porém de maneira mais consciente em relação a seus impactos ao meio ambiente. As grandes marcas estão de olho no consumidor de alto poder aquisitivo que busca conforto, velocidade e também se preocupa com as questões globais. Esse é o luxo consciente.

Para cima