Postagens Etiquetadas ‘Arte’

Luxo, Arte e Design: MADE terá AMMA Boutique de Arquitetura como sua pop up store oficial

MADE Mercado Arte Design

MADE: Mostra de Design idealizada pelo colecionador e expert em design Waldick Jatobá, que será no Jockey Club de São Paulo

 

Por Ricardo Ojeda Marins

De 14 a 18 de Agosto ocorrerá o MADE (Mercado, Arte, Design), mostra de design que será no Jockey Club de São Paulo – um grupo formado por designers, arquitetos, entusiastas, colecionadores e galeristas que partilham do mesmo objetivo: criar uma plataforma multifacetada que apoia não apenas o design – do vintage ao contemporâneo – mas também áreas que convergem, como arte, fotografia, projetos gráficos e outros. Idealizado pelo colecionador e expert em design Waldick Jatobá, o MADE tem como estratégia criar um novo fórum, trazendo ao Brasil diversos artistas formadores de tendências e opinião, para plataformas de discussão de alto nível de design, exposição a players internacionais interagindo com designers brasileiros de grande prestigio. Oportunidade ideal para Arte e Design terem um espaço aberto para discussão, conectando segmentos diferentes para que se torne uma ferramenta de competitividade, diferenciação e inclusão para fomentar o crescimento econômico do Brasil.

Esta edição do MADE terá uma pop up store em um ponto de circulação estratégica com a curadoria e administração da AMMA Boutique – escritório de arquitetura dos irmãos e sócios Beatriz e Caio Andreazza Morbin. Após montarem dentro do escritório AMMA Boutique uma loja com produtos cuidadosamente selecionados por eles para complementarem suas produções, os arquitetos foram convidados pela organização do MADE para gerir a pop-up store do evento. Como loja oficial, a AMMA Boutique selecionou parceiros com produtos de alta qualidade e genuinamente brasileiros. “O nosso foco é divulgar ao público frequentador do evento através dos produtos comercializados os artistas e designers e seus produtos” dizem os irmãos Morbin.

Amma Boutique de Arquitetura

AMMA Boutique: escritório de arquitetura selecionado para ser a pop up store oficial do evento

O intuito dessa curadoria é concentrar em um mesmo espaço uma variedade de objetos que mostrem ao público como design e utilidade podem ser encontrados em um mesmo produto a um preço acessível. Os produtos vão desde objetos decorativos e jóias que são tradicionalmente associados a design, até roupas, papelaria fina e luminárias, passando por objetos “fun”, acessórios para viagens e para festas, livros e até mesmo produtos pet. Com base no conceito que o design pode aguçar vários sentidos, também foram escolhidos a dedo perfumes para ambientes e produtos de alta gastronomia. Para os apreciadores de artes plásticas, haverá objetos de arte, serigrafias, gravuras e alguns materiais para artistas e aspirantes.

A escolha da AMMA Boutique para ser a loja oficial do evento certamente foi devido a seu sucesso no segmento de arquitetura e decoração de interiores: o escritório tem conseguido criar uma linguagem singular, transversal a todos os seus projetos. Interessa-lhes o “pós luxo”, a capacidade de criar produções artesanais e únicas, onde se lê um conceito estético refinado e rigoroso, sem perder o foco na colocação em evidência dos objetivos específicos de cada criação, seja numa sala que abriga uma coleção de arte contemporânea, seja numa rústica cozinha casalinga.

A rigorosa seleção do evento estendeu-se para os demais expositores também. Jacqueline Terpins, Firma Casa, Hugo França, Alex Mulligan, Rahyja Afrange, Julio Radesca, Leo Capote e Marcelo Stefanovicz são alguns dos expositores que participarão do MADE.

O MADE pretende atrair um público realmente interessado por Design e que sempre busca a expansão de seu conhecimento. Por coincidir com o DW! Design Weekend, o público esperado é composto de profissionais de design, arquitetos, colecionadores, estudantes e interessados em arte, design, decoração e arquitetura. Tudo isso em um ambiente cenográfico sofisticado projetado pelo Atelier Marko Brajovic, e que pretende ser uma experiência multissensorial de imersão que aumenta a comunicação entre o público e os produtos expostos.

Para conhecer a programação do MADE, clique aqui.

 

América de Andy Warhol: a Arte sem barreiras

Marilyn Monroe by Andy Warhol

Por Ricardo Ojeda Marins

A cidade de São Paulo foi presenteada com a mostra Andy Warhol, Mr. America, com início marcado para 20 de março de 2010. A cultura e os conflitos dos Estados Unidos dos anos 60 poderão ser revistos na Estação Pinacoteca, em 169 obras de um dos mais importantes e influentes nomes da Pop Art.

Ele quebrou a barreira entre a arte tradicional e comercial, convertendo bens de consumo em obras-primas – e vice-versa. Andy Warhol (1928-1987) – um dos grandes artistas do século passado – nome maior da pop art, o americano tem seu trabalho revisto na Estação Pinacoteca por meio de 26 pinturas, 58 gravuras, 39 fotografias, 44 filmes e duas instalações.

A mostra Andy Warhol, Mr. America apresenta retratos das divas Jacqueline Kennedy e Marilyn Monroe e auto-retratos de Warhol, mas comporta também um olhar menos pop e politicamente engajado. As sombrias pinturas da série Death and Disaster enfocam episódios de violência que marcaram os Estados Unidos dos anos 60. São registros de pessoas anônimas que se jogaram de edifícios ou morreram em acidentes de carro. Ou cenas com homens negros sendo atacados por cães policiais, numa época em que a luta pelos direitos civis pegava fogo na América.

Vale a pena também conhecer as realizações da “The Andy Warhol Foundation”, criada em 1987, cuja missão é o progresso das artes visuais, apoiando a criação, apresentação e documentação da arte visual contemporânea.

Pelo endereço abaixo você poderá saber os horários da mostra Andy Warhol na Estação Pinacoteca, de 20 de março a 23 de maio de 2010:

http://www.pinacoteca.org.br/?pagid=estacao_pinacoteca

Telas de Sami Akl são alvo de desejo no Brasil e no exterior

Sami Akl - Marilyn Monroe

Por Ricardo Ojeda Marins

Nascido no Brasil, o arquiteto e artista plástico Sami Hassan Akl é filho das culturas libanesa e brasileira. Primogênito de quatro irmãos, nasceu em São Paulo e cresceu no bairro do Brás, tradicional reduto de imigrantes. Brincou muito na loja de seu pai, onde os suportes de madeira dos tecidos eram transformados em armação de pipa, uma de suas paixões. Todas as pipas voaram e até hoje ainda voam internacionalmente.

Homem culto, viajado e que fala diversos idiomas, Sami é hoje um cidadão do mundo. Ser um pesquisador da evolução espiritual e da leveza do ser, autor de belos projetos, criador de obras artísticas inquietas e sua sensibilidade fazem dele um artista admirado e de primeira grandeza.

Especialista em portraits, Sami Akl, que já é um consagrado sucesso no Brasil, também se tornou artista procurado por ricos e famosos no Brasil, Estados Unidos, diversos países da Europa e outros. Inspirando-se em imagens de célebres personagens, ele transfere para as telas todo o seu talento e bom gosto, transmitindo seu estilo inconfundível.

A demanda pela arte que agrega valor e estilo a muitos espaços residenciais e empresariais cresce cada vez mais, tendo boa parte de seu consumidor contemporâneo o foco na busca de novas experiências e sensações físicas ou sensoriais.

Sami Akl

Conheça mais detalhes:

Site: http://www.samiakl.art.br/

E-mail: sami.akl@terra.com.br

ARTE Como Valor Simbólico, Emocional e Mercadológico

Por Ricardo Ojeda Marins

O Fórum Permanente de Cultura Contemporânea Universo do Conhecimento, conhecido como Universo do Conhecimento, é um fórum estimulador de estudos e análises para compreensão das transformações pelas quais passa a sociedade e também sua direção para o futuro.

As atividades do Universo do Conhecimento são organizadas através de cursos, palestras e workshops organizados em 12 núcleos temáticos, tais como Núcleo de Estudos do Futuro e Núcleo de Tendências Comportamentais.

É no Núcleo de Arte e Cultura que será realizado o curso “A Arte como Valor: Simbólico, Emocional e Mercadológico” – apresentado pelo curador Olivio Guedes. Esse curso será desenvolvido em 3 encontros, abordando as Origens do Pensamento, da História e da Arte; O Signo, o Símbolo e a Idéia; e Valores: Emocional e Mercado, estudando os objetos e objetivos transformadores.

Olivio Guedes pretende, através desse curso, ampliar o conhecimento em relação ao conceito de Arte e a Sociedade, e suas mudanças ao longo do tempo e sua transformação em mercadoria.
O público interessado nas transformações pelo que passa o luxo contemporâneo busca não apenas a Arte como objeto, mas sim os signos, símbolos e idéias que envolvem o universo do valor, terá a oportunidade de entender melhor essas relações.

Pelo link abaixo, você poderá saber mais detalhes sobre o curso e do Universo do Conhecimento:

http://www.universodoconhecimento.com.br/content/view/282/

Foto: Olivio Guedes – diretor cultural do MuBE (Museu Brasileiro da Escultura), leiloeiro oficial e sócio da Slaviero & Guedes Galeria de Arte.

Petit Comité no Château de Saran, na França

Por Ricardo Ojeda Marins

Fundada em 1743, a Maison Moët & Chandon é uma das maiores produtoras de champagne, hoje pertencendo ao grupo LVMH, holding que detém mais de 50 marcas, tais como Louis Vuitton, Fendi e Emilio Pucci, e é considerado o maior produtor de artigos de luxo do mundo.

Foi um grande desafio o encontro de 11 membros de elite da comunidade virtual aSmallWorld, ocorrido há alguns meses e promovido por Stuart Foster, diretor mundial da Moët & Chandon para realização de um evento no Château de Saran, perto de Épernay, na França. Com o objetivo de honrar a história da Maison Moët & Chandon, ele não mediu esforços para que cada detalhe permitisse a excelência da ocasião.

Durante a visita aos impressionantes 28 quilômetros de adegas, os convidados ficaram fascinados ao conhecer o interessante processo de produção de vinhos e ficaram extasiados com a história dos 265 anos da luxuosa marca. Alguns deles apreciaram a subida no mundialmente famoso balão da Moët, feito de cortiça, de onde tiveram uma panorâmica vista dos vinhedos.

Através de um privativo evento, a grife francesa conseguiu reunir em sua flagship um seleto grupo de apreciadores do luxo, oferecendo a eles não apenas degustações, mas principalmente sensações de prazer durante um dia repleto de momentos especiais.
Pelos endereços abaixo, você poderá conhecer mais sobre a empresa:
http://www.lvmh.com/
http://www.moet.com/

Arte & Luxo: Pura e Sublime Combinação de Sonhos

Salvatore Ferragamo Museum
Por Ricardo Ojeda Marins

O Museo Salvatore Ferragamo está longe de ser apenas um museu de sapatos. É um museu privado, dedicado à história da empresa de Salvatore Ferragamo, sua vida, e suas criações: os calçados, síntese de busca da estética e de técnicas artesanais inovadoras. Criado em 1995 por Wanda, esposa de Salvatore e seus filhos, com o objetivo de divulgar as qualidades artísticas e o importante papel de Ferragamo na história no setor de calçados e na moda internacional.

Situado no Centro Histórico de Florença, Itália, fica no segundo piso do Palácio Spini Feroni. No térreo encontra-se a atual loja Salvatore Ferragamo. Suas belezas, seu passado, seus monumentos, o artesanato ativo, constituem um patrimônio que pertence não só a Itália, mas ao mundo inteiro. Cidade de arte, Florença é um símbolo também de elegância e de estilo italiano. Não foi à toa a escolha por essa cidade. Foi por gosto pela Arte.

A coleção de calçados do museu manifesta a incomparável capacidade técnica e artística de Salvatore. Alguns modelos demonstram o contato entre Salvatore Ferragamo e os artistas da época, como o pintor futurista Lucio Venna, autor de quatro esboços da conhecida etiqueta de calçados Ferragamo.
Salvatore estudou a anatomia humana na Univesidade da Califórnia e viu a possibilidade de contornar problemas físicos – logo depois de quebrar a perna num acidente automobilístico, quando patenteou um sistema que reparava ossos da perna e dos pés. Ao longo dos anos, agregou aos seus modelos o conforto e maciez reconhecidos, conjugados ao glamour.

Ferragamo já calçou os pés de atrizes como Audrey Hepburn, Carmem Miranda, Marlene Dietrich. Atualmente, celebridades como Angelina Jolie e Nicole Kidman são vistas com seus modelos exclusivos.
Atualmente, a grife possui 500 lojas pelo mundo que vendem sapatos, roupas, bolsas, echarpes, gravatas, óculos, relógios e perfumes femininos e masculinos. Prova de sucesso, a grife comemorou 80 anos em 2008 e estima-se um faturamento global de 575 milhões de euros nos 55 países onde está presente.

Mesmo antes de embarcar pra Itália, é possível visitar o Museu através do vídeo:
http://www.youtube.com/watch?v=OPw5zbMbbSo

Para cima