Arquivo para a Categoria ‘Negócios do Luxo’

Alfaiataria Paramount: o Luxo sob medida

Fuad Mattar

Por Ricardo Ojeda Marins

O Grupo Paramount Têxteis lançou, há 2 anos, sua própria marca no varejo de luxo: a Alfaiataria Paramount. Trazendo um novo conceito para o mercado, ela une a tradição e o zelo dos alfaiates de antigamente com as modernidades de hoje. Seu público-alvo é formado por homens que não abrem mão da elegância, sofisticação e exclusividade.A alfaiataria oferece ternos e camisas de estrutura industrial ajustadas manualmente por alfaiates, utilizando tecidos com padronagens exclusivas Collezione Paramount, super 120’s, 130’s e 150’s. Ainda contam com tecidos de várias mesclagens, como lã com cashmere, lã com seda, lã com seda e linho e outras. O cliente também pode encontrar boas opções de roupas esportivas e acessórios.

Sua primeira loja foi inaugurada em 2006, na Alameda Franca, região dos Jardins em São Paulo e desde lá tem aumentado sua rede de atendimento, contando hoje com uma loja no Shopping Market Place, no Shopping Cidade Jardim e ainda uma em Brasília.

A Alfaiataria Paramount uniu sua expertise em tecidos à confecção industrializada de primeira classe, porém sem perder o toque que só o alfaiate pode oferecer. Com esse conceito, o cliente recebe uma roupa personalizada, o que o faz sentir-se especial.

Conheça através dos sites abaixo os produtos e serviços de luxo oferecidos por eles:
http://www.alfaiatariaparamount.com.br/
http://www.collezioneparamount.com.br/

Vôo 100% Business Class – O luxo está no ar

Por Ricardo Ojeda Marins

Enquanto muitas companhias aéreas buscam reduzir seus custos, aumentar seus lucros, e vender a capacidade máxima de ocupação de seus assentos, a Singapore Airlines inovou no caminho contrário: criou alguns vôos 100% classe executiva, em aeronaves de apenas 100 lugares.

O ambiente foi desenhado por uma consultoria de design inglesa especializada em transportes e responsável pela primeira classe de algumas companhias européias. Comprovando o luxo e a sofisticação, as poltronas reclinam 172 graus, há diversidade de entretenimentos e a gastronomia é elaborada por renomados chefs.

O avião completamente na classe executiva, desde 2007 segue a mesma linha da já renomada business class da empresa, com vôos diários de Singapura para Nova York e Los Angeles.

A empresa diz que seu intuito é oferecer a mais clientes o conforto dessa classe. Inteligente e ambiciosa, a estratégia de segmentação teve como objetivo maior margem de lucro com menos assentos. Executivos do setor dizem que um vôo regular se paga apenas com a classe executiva cheia. Nesse caso, portanto, a lucratividade é bem maior.

Além de satisfazer seus clientes com luxo e conforto, a Singapore Airlines dá a todos os passageiros desse vôo, a oportunidade de desfrutarem de um serviço impecável em categoria uniforme.

Convidamos você a conhecer detalhes desse sofisticado serviço de bordo, clicando no vídeo abaixo:
http://www.youtube.com/watch?v=lZhGYb1Eb8s

Bya Barros: Luxury Homes

Bya Barros

Por Ricardo Ojeda Marins

Imagine uma construção ou reforma “No Stress”. É esse o nome do trabalho realizado pela Spazio K em parceria com a arquiteta e decoradora Bya Barros.

Spazio K, que faz parte do Grupo Kauffmann, com 57 anos de know-how no setor imobiliário e Bya, renomada decoradora, uniram expertise para levar aos seus clientes o caminho mais curto para realizar seu sonho. O cliente escolhe seu projeto com a arquiteta e ainda conta com uma equipe altamente qualificada de engenheiros, projetistas, eletricistas e orçamentistas.

São 4 projetos customizados: um loft de 150 m², duas casas térreas de 380 m² e um sobrado de 300 m² com opção de elevador hidráulico, que variam de R$ 500 mil a R$ 1,5 milhão. O cliente escolhe o projeto mais adequado e cede o terreno, ou escolhe o lugar onde deseja morar, e todo o resto é por conta da Spazio K.

No prazo de quatro meses a um ano ele receberá a casa prontinha, decorada e totalmente equipada. Por isso surgiu a frase “do tijolo até a colher de café”, o que explica o novo conceito do cliente entrar para morar sem ter preocupação alguma. O que o cliente desejar será buscado e realizado. Ao entrar no imóvel já contará com mobiliário, eletrônicos, roupas de cama, mesa e banho e objetos de decoração. Marcas consagradas como LG, Florense e Trousseau também estão juntas no luxuoso projeto.

O cliente deverá levar apenas seus pertences pessoais. O objetivo dessa parceria de sucesso é despertar e realizar os sonhos das pessoas e fazer com que elas sintam sua casa como um lugar único e especial. O que vale é o cliente morar bem e ficar emocionalmente realizado.

Hotel de grife: uma tendência das Arábias

Por Ricardo Ojeda Marins

Caminhando pela Sheikh Zayed Road, famosa e imensa avenida paralela à costa de Dubai, a maior cidade dos Emirados Árabes Unidos, fica difícil acreditar que há 50 anos atrás ali foi apenas um deserto.

Nela se encontram grandes hotéis e arranha-céus futuristas, além de shoppings com sistema tax free, e o maior resort de ski indoor do mundo, com neve real, apesar do calor externo de 35°.

A cidade abrigará o Burj Dubai (em árabe, “Torre de Dubai”), um complexo de arranha-céus em construção, cuja estrutura já é a mais alta do mundo, hoje com mais de 160 andares e cuja altura final ainda não foi revelada. O edifício faz parte de uma área em desenvolvimento chamada “Downtown Dubai” e está localizado no “Primeiro Interchange”.

Parte do Burj Dubai está destinada à construção de um hotel Armani. O Armani Dubai terá mais de 150 quartos, vários restaurantes e um spa. É o primeiro projeto hoteleiro da grife, que pretende realizar outros empreendimentos nos próximos anos. Além do Armani Dubai, a grife será responsável pela decoração de boa parte dos apartamentos desse arranha-céu.

A cidade receberá também, a partir de 2009, o Palazzo Versace Dubai, já presente na Austrália, que será um imenso resort com cerca de 200 suítes, 200 chalés de luxo, vários restaurantes e um SPA, com decoração da Versace Home Collection.

Tudo nos Emirados é introduzido como o melhor do mundo. Sua arquitetura moderna, o serviço impecável, o potencial para o crescimento econômico aliado às facilidades do turismo, mostram a razão de Dubai ter sido considerado um dos destinos luxuosos mais desejados atualmente.

A criação de hotéis e resorts de luxo associados a grifes renomadas mostra uma tendência mundial. É a união do prestígio de marcas luxuosas com know-how hoteleiro de sucesso e o progresso de uma região em expansão: o Oriente Médio.

Hyundai Azera: Um Carro Atraente ou um Carro de Luxo?

Por Ricardo Ojeda Marins

A campanha publicitária agressiva da Hyundai veiculando seu novo modelo Azera não mediu esforços para colocar o seu produto como superior às marcas tradicionais e de luxo como BMW, Mercedes Benz e Jaguar.

“Mais espaço interno que uma BMW Série 7. Mais potente que uma Mercedes Classe C. Mais equipado que um Jaguar XJ”.

A citação acima é a prova de como a campanha foi explícita na comparação de seu produto com os tradicionais de luxo. Apesar das comparações, a Hyundai na verdade não tem a intenção de atrair os potenciais compradores desses carros, e sim dos modelos Ford Fusion, VW Passat e Chevrolet Omega, que tem a mesma faixa de preço do Azera. Revistas e sites especializados em Automóveis fazem ótimas referências técnicas do novo carro, que tem foco nítido na relação custo-benefício. Os resultados, segundo a própria Hyundai, são animadores: 675 unidades vendidas no 1º trimestre, contra 256 do Omega, 254 do Passat e 219 do Toyota Camry, também da mesma faixa de preço.

A campanha apostou na racionalidade, evidenciando qualidades como espaço, potência e equipamentos. A intenção da Hyundai foi posicionar o Azera como um carro de luxo, mas resta uma dúvida: o comprador de um carro de luxo dará importância à racionalidade do produto ou a tradição pela montadora e o design?

A Hyundai ainda evidencia o preço como algo impressionante, o que é incompatível com as estratégias de comunicação do luxo. O consumidor busca um produto de luxo pela sua exclusividade, por ser algo inovador e não apenas pelo “ter”. Uma compra de um produto de luxo transcende ao racional.

Para cima