Por Ricardo Ojeda Marins

O designer americano Ralph Lauren apoiou fortemente para aliviar a devastação que varreu a costa leste dos Estados Unidos devido ao ciclone pós-tropical, conhecido como furacão Sandy.

Conhecido por sua grife Polo Ralph Lauren e por sua invejável coleção de carros antigos, o empresário doou a impressionante quantia de USD 2 milhões para os fundos destinados a apoiar o alívio e esforços de reconstrução em regiões como New Jersey, Connecticut, Long Island e Westchester County.

A contribuição foi composta por USD 1 milhão doados pela Ralph Lauren Corporation, de que Lauren é CEO, assim como USD 1 milhão originados da Ralph and Ricky Lauren Family Foundation, entidade criada pelo empresário e por sua esposa Ricky Lauren. A doação foi em prol da American Red Cross Disaster Relief Fund, e de outras organizações locais.

Há alguns anos a sustentabilidade  vem ganhando importância na gestão de muitas grifes do Mercado do Luxo e de outros segmentos.  A própria grife Ralph Lauren contribui há anos com ações humanas, como sua coleção Pink Pony, onde cada peça tem estampado o famoso cavalinho da marca na cor rosa e parte de sua arrecadação é destinada à Pink Pony Foundation, entidade criada pelo estilista e que cuida de mulheres que sofrem de câncer de mama. A grife americana criou também, em 2010, uma coleção especial de camisetas polo, em que 100% de suas vendas foram destinadas ao United Way Worldwide Disaster Fund em seu compromisso contínuo para a reconstrução do Haiti.

Grifes como Michael Kors, Gap e outras  também contribuiram com campanhas e doações em prol das vítimas do furacão Sandy nos Estados Unidos.