Arquivar para abril, 2010

Chanel elege Shopping Leblon para sua primeira loja de perfumes na América do Sul

Por Ricardo Ojeda Marins

Para as apaixonadas pela legendária grife Chanel, uma notícia tentadora para o consumo. Uma loja exclusiva de perfumes Chanel no Brasil. Inaugurada há cerca de um mês, tendo escolhido o Shopping Leblon, no Rio de Janeiro, para sediar a sua primeira boutique Parfums & Beauté na América do Sul, a grife disponibiliza em seu luxuoso espaço desde a perfumaria clássica aos novíssimos esmaltes-desejo. Pela primeira vez numa filial brasileira, os produtos de todas as coleções de maquiagem lançadas durante as 4 estações do ano estarão disponíveis.

As clientes também contam com consultas a especialistas em maquiagem e tratamento, além de testar os produtos indicados para o seu tipo de pele e personalidade.

Agora o melhor do melhor: um bar olfativo, criado por Christopher Sheldrake, perfumista da Chanel. Ali será possível experimentar e descobrir qual é sua fragrância preferida. Quem passar por ali ainda terá o privilégio de encontrar a linha Les Esclusifs, que são frascos de fragrâncias raras desenvolvidos por Ernest Beaux, perfumista de Mademoiselle Chanel, hoje repaginados por Jacques Polge, exclusivo da maison há 30 anos. O espaço realmente promete proporcionar a seu público-alvo o privilégio de usufruir de experiências e sensações.

BMW e Embraer: parceria perfeita na customização de jatos privados

Por Ricardo Ojeda Marins

Com uma série de vôos de demonstração no sul da França, a Embraer – fabricante brasileira de aeronaves – apresentou a nova geração de seus jatos executivos na Europa. Uma parceria seletivamente bem escolhida. As cabines de passageiros bem como a do piloto foram criadas no Studio da BMW DesignworksUSA, subsidiária do grupo alemão e especialista na criação de interiores, com base em Munique, com o objetivo de criar um novo padrão interno para os jatos executivos Phenon 100 e Phenon 300.

O jato executivo decorado pela BMW possui detalhes na cabine que lembram o interior do sedã de luxo Série 5. Há superfícies cromadas e revestidas em couro, material que foi utilizado nos assentos dos passageiros. A preparação da marca alemã inclui ainda aparelho de DVD com telas sensíveis ao toque pela cabine, sistema de som de alto padrão e iluminação ambiente por meio de leds.

Os clientes da Embraer que optarem pelo pacote da BMW para seu jato privado ainda tem a opção de escolher entre 7 cores para o interior da cabine, assim como diferentes colorações para os assentos e piso, que pode ser de madeira.

A estratégica parceria da alemã BMW com a Embraer para essa customização foi integrar os seus conhecimentos sobre as exigências feitas pelos clientes de alto poder aquisitivo adquirida na indústria automobilística para o interior dos novos jatos executivos da Embraer. As cabines buscam refletir o melhor em termos de funcionalidade, a qualidade do design mais seleto e facilitar a eficiência e utilização do espaço na cabine de passageiros e espaço para bagagens.  O luxuoso projeto também mostra um cuidado especial em proporcionar o melhor conforto ao piloto, cumprir os requisitos de um passageiro de negócios modernos e exigentes, combinando a estética com qualidade de luxo e design superior. A cabine (cockpit) do Phenom oferece aos pilotos o espaço mais genroso do Mercado, proporcionando-lhe conforto e liberdade. Atualmente, a fabricante nacional de aviões tem 100 modelos Phenon em fase de produção e mais de 600 pedidos em espera. Orgulho para a aviação executiva no Brasil e para todo o Mercado do Luxo no Brasil e no exterior.

Conheça mais detalhes:

http://www.embraerexecutivejets.com.br/portugues/content/aircraft/phenom100_three_view.asp

http://www.embraerexecutivejets.com.br/portugues/content/aircraft/phenom300_home.asp

Carro de luxo ou consumidor de luxo?

Por Ricardo Ojeda Marins

Quando falamos em carros de luxo, logo nos vem em mente algumas características, como grande, espaçoso, imponente, um V8 ou até mesmo um V12. E é claro, algumas marcas que já estão previamente em nosso pensamento: Mercedes, BMW, Audi, Lexus ou Jaguar.

Mas isso mudou. Hoje em dia, é a marca, com seus atributos intangíveis que conta, ou seja, o sentimento do consumidor pela marca. Portanto, o luxuoso pode não necessariamente ser o produto top da marca. Os modelos de luxo ainda carregam com orgulho a sua marca-mãe, à qual é atrelado sempre o conceito de qualidade intrínseca do produto. Algumas marcas são sinônimo de referência de qualidade, design e prestígio.

Mas amanhã certamente haverá uma outra definição de luxo ou prestígio, porque a percepção dos consumidores está em constante mutação. E a concorrência no mercado automobilístico vem aumentando consideravelmente. No Brasil, por exemplo, modelos de automóveis como os utilitários esportivos de marcas como Toyota, Hyundai, Mitsubishi, Honda e outras, disputam o mesmo público-alvo, o consumidor de alta renda. E como conquistá-lo? Como atendê-lo, entendê-lo e encantá-lo? A conquista deste consumidor de luxo é um desafio mesmo para as marcas tradicionais, e se dará, efetivamente, pelas qualidades intangíveis oferecidas, tornando a aquisição de um carro uma experiência inesquecível. Um bem de luxo deve ser altamente desejado, almejado. Enquanto um bem de luxo é adquirido, pelo menos outras 500 pessoas gostariam de fazer o mesmo. O novo luxo é ser, sentir, experimentar, vivenciar, além de fazer parte do estilo de vida que o produto e a marca lhe proporcionam.

A questão da sustentabilidade também possui relevância e pode ser um dos fatores de decisão de compra. Os fabricantes de automóveis de luxo e até mesmo os do mercado de massa no mundo vem mostrando estudos de concepção de modelos com motores elétricos. A Tesla, fabricante de veículos de motor elétrico “high performance” presente nos Estados Unidos e Europa, por exemplo, apresenta o modelo Tesla Roadster(foto), esportivo de alto luxo com preço em torno de US$ 130mil. Mesmo ainda sem essa possibilidade no Brasil, o consumidor do luxo contemporâneo busca, além de realizar seus desejos e experiências, um comprometimento com o meio-ambiente, dando preferência a carros com menor índice de poluição. Esse é o luxo sustentável e consciente.

Oceania Cruises lançará navio de luxo com suítes assinadas por Ralph Lauren

Por Ricardo Ojeda Marins

Quem gosta de viajar em alto mar e em alto estilo ganhará um belo presente no próximo ano. E os apaixonados pelo estilo Ralph Lauren vão sentir-se ainda mais privilegiados. Marina: esse é o nome do novo navio de alto luxo criado pela Oceania Cruises. Dedicado ao consumidor do alto luxo, oferecerá em suas maiores suítes decoração completa da grife Ralph Lauren Home.

O Marina tem a capacidade para cerca de 1250 passageiros, com mais de 600 cabines, sendo 90% delas com varanda, além de 10 restaurantes, parte deles restaurantes gourmet, além de bares e salões. A bordo os passageiros terão à sua disposição os serviços do Canyon Ranch SpaClub, com fitness center, piscina, massagens e jacuzzis. Os amantes da gastronomia contarão com oficinas de culinária no Bon Appétit Culinary Center.

Owner Suítes, nome dado às suítes decoradas pela Ralph Lauren Home, tem hall com mármores, e lambris. A decoração inclui bar, sofás, piano de cauda, sala de jantar e living amplos com vários ambientes, e grandes paredes envidraçadas que se abrem para terraços com pleno domínio da paisagem. Tudo isso poderá ser sentido e usufruído em um espaço de 230 metros quadrados. O conceito da marca Ralph Lauren pode ser notado em cada detalhe da sofisticada decoração do quarto com paredes, sofás e cama recobertos por cashmere, bem como nas luminárias e sofás que complementam o ambiente.

A Oceania Cruises soube unir sua expertise de viagens de luxo à expertise de moda homeware de altíssimo bom gosto da grife americana Ralph Lauren, proporcionando a seu consumidor uma viagem repleta de sensações, prazeres e ainda fazer com que ele tenha a sensação de estar no conforto de sua própria casa, mesmo que ele esteja a muitos quilômetros de distância. É praticamente um perfeito e requintado “apartamento” assinado por Ralph Lauren.

Estima-se que os roteiros do Marina tenham divulgação até o final de 2010, início de 2011. Tempo suficiente para sonhar com essa viagem e planejá-la para um momento especial.

Conheça mais detalhes: http://www.oceaniacruises.com/

InBrands enriquece seu portfólio com as grifes Richards e Salinas

Por Ricardo Ojeda Marins

A InBrands e a Cia de Marcas anunciaram a associação firmada entre os dois grupos. As grifes cariocas Richards, Salinas, e Bintang, que compõem a Cia das Marcas, se unem ao portfólio já formado por renomadas grifes como Isabela Capeto, Alexandre Herchcovitch e 2nd Floor.

De acordo com o comunicado oficial da InBrands, os atuais sócios e gestores de cada marca continuarão à frente da direção criativa e comercial – Ricardo Ferreira, no comando da Richards e Jacqueline De Biase, no comando da Salinas. A proposta do grupo é beneficiar todas as outras grifes que fazem parte do portfólio da InBrands com a experiência em varejo da Richards, que conta com um patrimônio sólido:  67 lojas no Brasil, cerca de 180 pontos de venda, 2 lojas em Portugal, além de seu e-commerce para o público masculino e feminino. Vale lembrar que a Richards, fundada em 1974, foi a grife pioneira em lançar no Brasil um novo conceito de moda associado a um estilo de vida informal, requintado e casual.

Segundo a InBrands, essa união cria condições para um avanço significativo na estratégia da holding de construir uma plataforma de negócios eficiente e moderna para o setor de moda e vestuário no Brasil. Com este novo negócio, a holding, que confirma seu status de principal grupo de moda do país, prevê faturamento de mais de R$ 500 milhões para este ano.

Conheça mais detalhes: http://www.inbrands.com.br/

Grife Louis Vuitton investe em hotéis de luxo

Por Ricardo Ojeda Marins

O grupo LVMH, maior conglomerado de grifes de artigos de luxo, vai entrar no negócio de gestão de hotéis de alto luxo, através de uma parceria inicial com a companhia egípcia Orascom Development Holdings para a construção de dois complexos turísticos no Oriente Médio.
Os hotéis portarão a marca Cheval Blanc, a mesma do complexo de esqui inaugurado na França em 2006 pelo Group Arnault – holding familiar de Bernard Arnault – presidente do conselho da LVMH.

Os hotéis também destacarão algumas das demais marcas do grupo LVMH -o resort Cheval Blanc, em Courchevel, estrelado no guia “Michelin”, oferece lojas Louis Vuitton e Dior, bem como um spa com a grife Givenchy.

Diversas marcas de moda e de luxo se diversificaram para o ramo da hotelaria, entre as quais Armani, Bulgari, e Versace. Seguindo essa tendência, a Louis Vuitton não poderia ficar de fora. A grife francesa é considerada uma das mais desejadas e alvo de cópia pelo mundo, um ícone do segmento, além de ser uma das grifes mais importantes do grupo LMVH, detentora também de marcas como Fendi, Acqua di Parma e Moët & Chandon.

A estratégia do grupo francês segue uma tendência de atrelar marcas consagradas à empreendimentos de serviços de luxo e que traz vantagens a todos do empreendimento. O grupo LMVH receberá royalties de seus parceiros e terá a oportunidade de exibir suas marcas. Os dois primeiros hotéis, que devem ser inaugurados em 2012 no Egito e em Omã, serão financiados majoritariamente pela Orascom. A LVMH administrará as casas e receberá uma porcentagem do faturamento e dos lucros. Os projetos custarão cerca de US$ 100 milhões, e a Orascom entrará com parte do valor, sendo o restante do capital vindo de outros investidores, entre eles o governo de Omã e bancos.

O hotel em Omã será um complexo de 32 casas privativas, a menor das quais com área de 500 metros quadrados. Todas elas terão praia e piscina exclusivas. No Egito, o hotel de 40 suítes ficará em uma ilha no rio Nilo, em Aswan.

Conheça mais sobre o grupo LMVH: http://www.lvmh.com/

O Novo Luxo: a busca de uma existência mais simples traz um valor essencial: o “ter” dá lugar ao “ser”

Por Ricardo Ojeda Marins

O comportamento do consumidor de luxo vem mudando e não é de hoje. Na verdade ele vem passando por uma revolução.  Se antes o luxo era atrelado à ostentação e ao excesso, hoje ele é mais consciente e está totalmente ligado a sensações e experiências. O consumidor contemporâneo está mais preocupado com o seu bem-estar. É o que indicam empresas de estudo de tendências. O novo luxo. Esse é o nome dado ao fenômeno que tem como premissa a busca de uma existência mais simples e, portanto, sem ostentação. Segundo Andrea Bisker, diretora da WGSN na América do Sul (empresa líder mundial em pesquisa de tendências, fundada em Londres em 1998), o valor de um bem móvel ou acessório fashion hoje tem mais ligação com o significado que ele representa do que com a quantidade de dinheiro desembolsado.

De acordo com Luz Vaalor, diretora da consultoria Valor Luxury Lab e palestrante do Mercado de Luxo, o luxo contemporâneo deixa de ter como objeto o produto em si e desloca-se para o subjetivo universo do consumidor, repleto de sentimentos, necessidades e valores que envolvem especialmente o aprimoramento sociológico do indivíduo. Hoje envolvido em questões como responsabilidade social e ecológica, o consumidor tem parâmetros para avaliar produtos ou serviços que, além de “lhe tocarem o coração” respondam à sua preocupação com valores essenciais à própria “moral da marca”, envolvendo pontos como a integridade da origem e da produção de seus produtos.

Fatores sócio-econômicos, por exemplo, podem explicar a mudança. É o caso da globalização ou da informação democratizada pela tecnologia, responsável por levar a um maior número de consumidores conteúdos antes restritos. Questões ambientais também são relevantes, incentivando a postura “eco-friendly”.

Esse consumidor não está apenas mais exigente, antenado e consciente com relação ao meio-ambiente e causas sociais. Ele busca a excelência em produtos e serviços, porém mais do que isso, ele busca ser atendido, entendido e busca experiências inesquecíveis. Você e sua empresa estão preparados para entendê-los e surpreendê-los?

Lançamento do livro "De peito aberto" com exposição fotográfica

Por Ricardo Ojeda Marins

Depois de 4 anos rodando o Brasil, o Projeto DE PEITO ABERTO revela sua experiência de sucesso em livro e exposição fotográfica inéditos. Com fotos e depoimentos de pacientes, familiares, e médicos de todo o país, livro e exposição mostram como o “cuidar” humanizado pode mudar as perspectivas de um processo tão desafiador como o tratamento do câncer de mama.

No próximo dia 6 de abril, acontecerá o lançamento do Livro “De Peito Aberto – a autoestima da mulher com câncer de mama, uma experiência humanista”, na Livraria Cultura – Arte, do Conjunto Nacional, em São Paulo. A publicação é um projeto realizado pela jornalista Vera Golik e pelo fotógrafo Hugo Lenzi, com o selo da Editora Alaúde, patrocinado pelo Grupo Sanofi-Aventis com o apoio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura.

A concepção do projeto “De Peito Aberto” surgiu após a jornalista Vera Golik e o fotógrafo Hugo Lenzi vivenciarem casos de câncer em suas próprias famílias. Criar o projeto foi a forma encontrada pelos autores de transformar a experiência pessoal em algo ativo para sensibilizar e ajudar outras pessoas.

Desde que foi lançado, em 2006, o projeto “De Peito Aberto” é sucesso de público – atingiu mais de 500 mil pessoas no país –, quebrou paradigmas e mostrou a importância do diálogo e da humanização no tratamento no processo de recuperação. Agora, o conjunto da obra – imagens, depoimentos e diálogos – toma forma de um livro que tem tudo para emocionar e estimular outras mulheres a superar os desafios da luta contra o câncer.

Sob o olhar da lente de Hugo Lenzi, na inédita mostra fotográfica que agora acompanha o livro e conta a jornada do projeto, o visitante caminha por mais de 60 painéis que revelam a história de mulheres de todo o Brasil, entre 24 e 70 anos, de diversas origens, etnias e classes sociais. Lenzi procurou captar as emoções vividas por essas “guerreiras” em cada uma das etapas do câncer: do choque diante do diagnóstico ao medo da perda dos símbolos femininos – cabelo, mama, libido e fertilidade – até o sentimento de vitória com a superação da doença.  “Nosso desafio foi registrar o universo feminino sob uma perspectiva mais humana e sensível e mostrar um novo aspecto a ser trabalhado. Um alerta, um apelo, para que os profissionais de saúde de todo o país enxerguem na paciente não apenas a doença, mas o ser humano completo”, conta o fotógrafo Hugo Lenzi.

O projeto é complementado pela Palestra Interativa, a ser realizad em 10 de abril, reunindo vários participantes do projeto (pacientes, médicos e profissionais de saúde), que tem como objetivo o diálogo com o público no qual os participantes compartilham suas experiências mostrando como a vivência humanista pode ajudar a enfrentar a doença.

Programe-se e participe deste nobre projeto humanista:

06 de Abril – Lançamento do Livro “De Peito Aberto – A autoestima da mulher com câncer de mama, uma experiência humanista Local: Livraria Cultura – Loja Arte – Conjunto Nacional, das 18h30m às 21h30

06 a 22 de Abril – Lançamento da Exposição Fotográfica: “De Peito Aberto – A autoestima da mulher com câncer de mama, uma experiência humanista Local: saguão do Conjunto Nacional – De segunda a sexta, das 7h às 22 h / sábados, domingos e feriados, das 10h às 22h

10 de Abril – Palestra Interativa  que reunirá vários participantes do projeto (pacientes, médicos e profissionais de saúde)Local: Cine Bombril, em frente à Livraria Cultura, no Conjunto Nacional das 10h às 12h30min

Mansão de Gianni Versace é hoje hotel de luxo em Miami

Por Ricardo Ojeda Marins

Após ficar fechada por quase 13 anos, a mansão que pertenceu ao estilista italiano Gianni Versace, em Miami, é reaberta com o nome The Villa by Barton G., um hotel de luxo localizado na praia de South Beach. Construída em 1930 pelo arquiteto Alden Freeman, a Casa Casuarina, atual The Villa, do empresário Barton G. Weiss, é hoje um espaço que promete a seus hóspedes usufruir de experiências excepcionais em uma das cidades mais badaladas dos Estados Unidos, com um serviço inigualável e suítes elegantemente decoradas, preparadas para agradar aos mais exigentes viajantes.

Deleite-se sendo um hóspede de uma das 10 suítes elegantemente decoradas do Villa, com camas king size, banheiros espaçosos em mármore italiano, amplo closet. Você ainda poderá ter o privilégio de admirar o sol ou as estrelas de um dos salões superiores, jantar no restaurante do Villa, ou optar por café da manhã ou almoço à beira da piscina. Em apenas alguns passos do hotel, ainda poderá desfrutar de bons restaurantes, lojas e entretenimento.

As “amenities” do Villa incluem mordomos treinados na Inglaterra, lençóis de linho da grife Frette, produtos Thierry Mugler, Kindle para ler seu e-book preferido e é claro, internet wi-fi em toda a imensa propriedade.

Barton G. sabiamente achou que seria um bom negócio transformar a casa de Versace novamente em um ponto conhecido da cidade – mas fez questão de manter o gosto do estilista por dourados e tecidos suntuosos.

Além de poder ser um hóspede desse verdadeiro oásis, também pode realizar-se ali o seu evento pessoal ou corporativo, casamentos, recepções e proporcionar a você e a seus convidados uma festa admirada e inesquecível.

Conheça mais detalhes:  http://www.thevillabybartong.com/

Para cima