Arquivar para janeiro, 2009

Cartões de crédito de luxo: muito mais que um pequeno plástico

Por Ricardo Ojeda Marins

Em movimento contrario à crise mundial, o Mercado de Luxo continua sem medo de ousar. Os cartões de crédito de segmento premium provam essa afirmação com inovações jamais vistas. Além dos já existentes Visa Platinum e Infinite, Mastercard Platinum e Black, American Express Platinum Card e Black Card, o consumidor do luxo ganha mais opções de serviços exclusivos.

O designer italiano Roberto Cavalli lançará em março próximo o cartão que leva seu nome. Feito de pele de cobra, terá a bandeira Mastercard, e proporcionará a clientes especiais privilégios como convites para assistir a seus desfiles em Milão e serviço VIP em todas as boutiques Cavalli.

Ícone do luxo, a Daslu não poderia ficar de fora. Em parceria com o Banco Safra, lançou o Cartão Daslu Safra Visa, com 5 opções de cores, além do estampado de oncinha. O cartão oferece a clientes Daslu privilégios como caixas e provadores exclusivos, lounge na Villa Daslu e condições especiais de compras.

Vale lembrar que além de serem cartões de design especial, eles propiciam a seus usuários uma sensação de privilégio diante dos serviços destinados a um seleto grupo.

Para conhecer mais detalhes de cartões de luxo, acesse:

http://www.robertocavallicard.com/

http://www.daslusafra.com.br/

Ralph Lauren e sua homenagem a Barack Obama

Por Ricardo Ojeda Marins

Barack Obama tornou-se hoje o 44º presidente dos Estados Unidos. Em sua posse, em Washington DC, jurou desempenhar com fidelidade o cargo e defender a constituição americana.

Obama destacou, durante a cerimônia de posse, a gravidade da crise mundial, mas demonstrou força e otimismo e ainda ressaltou a importância da América realizar seu papel e trazer a era da Paz de volta.

A posse de Barack Obama representa para os americanos a esperança e a paz, palavras-chave dos anseios de um povo que passa por uma forte crise.

A foto desta matéria mostra a homenagem da grife Polo Ralph Lauren ao novo presidente, através de seu site na internet:
http://www.ralphlauren.com/home/index.jsp?ab=fd_us_bottom

ARTE Como Valor Simbólico, Emocional e Mercadológico

Por Ricardo Ojeda Marins

O Fórum Permanente de Cultura Contemporânea Universo do Conhecimento, conhecido como Universo do Conhecimento, é um fórum estimulador de estudos e análises para compreensão das transformações pelas quais passa a sociedade e também sua direção para o futuro.

As atividades do Universo do Conhecimento são organizadas através de cursos, palestras e workshops organizados em 12 núcleos temáticos, tais como Núcleo de Estudos do Futuro e Núcleo de Tendências Comportamentais.

É no Núcleo de Arte e Cultura que será realizado o curso “A Arte como Valor: Simbólico, Emocional e Mercadológico” – apresentado pelo curador Olivio Guedes. Esse curso será desenvolvido em 3 encontros, abordando as Origens do Pensamento, da História e da Arte; O Signo, o Símbolo e a Idéia; e Valores: Emocional e Mercado, estudando os objetos e objetivos transformadores.

Olivio Guedes pretende, através desse curso, ampliar o conhecimento em relação ao conceito de Arte e a Sociedade, e suas mudanças ao longo do tempo e sua transformação em mercadoria.
O público interessado nas transformações pelo que passa o luxo contemporâneo busca não apenas a Arte como objeto, mas sim os signos, símbolos e idéias que envolvem o universo do valor, terá a oportunidade de entender melhor essas relações.

Pelo link abaixo, você poderá saber mais detalhes sobre o curso e do Universo do Conhecimento:

http://www.universodoconhecimento.com.br/content/view/282/

Foto: Olivio Guedes – diretor cultural do MuBE (Museu Brasileiro da Escultura), leiloeiro oficial e sócio da Slaviero & Guedes Galeria de Arte.

Petit Comité no Château de Saran, na França

Por Ricardo Ojeda Marins

Fundada em 1743, a Maison Moët & Chandon é uma das maiores produtoras de champagne, hoje pertencendo ao grupo LVMH, holding que detém mais de 50 marcas, tais como Louis Vuitton, Fendi e Emilio Pucci, e é considerado o maior produtor de artigos de luxo do mundo.

Foi um grande desafio o encontro de 11 membros de elite da comunidade virtual aSmallWorld, ocorrido há alguns meses e promovido por Stuart Foster, diretor mundial da Moët & Chandon para realização de um evento no Château de Saran, perto de Épernay, na França. Com o objetivo de honrar a história da Maison Moët & Chandon, ele não mediu esforços para que cada detalhe permitisse a excelência da ocasião.

Durante a visita aos impressionantes 28 quilômetros de adegas, os convidados ficaram fascinados ao conhecer o interessante processo de produção de vinhos e ficaram extasiados com a história dos 265 anos da luxuosa marca. Alguns deles apreciaram a subida no mundialmente famoso balão da Moët, feito de cortiça, de onde tiveram uma panorâmica vista dos vinhedos.

Através de um privativo evento, a grife francesa conseguiu reunir em sua flagship um seleto grupo de apreciadores do luxo, oferecendo a eles não apenas degustações, mas principalmente sensações de prazer durante um dia repleto de momentos especiais.
Pelos endereços abaixo, você poderá conhecer mais sobre a empresa:
http://www.lvmh.com/
http://www.moet.com/

Cinema de luxo com sushi e champanhe francês

Por Ricardo Ojeda Marins

Em tempos de crise mundial, um novo empreendimento de luxo acaba de nascer em Berlim, capital da Alemanha – o Astor Lounge, um luxuoso cinema com poltrona de pele reclinável, champanhe Veuve Clicquot e sushi no lugar da tradicional pipoca. O cliente ainda pode receber mimos como torta de chocolate e capuccino italiano, além do confortável espaço que lhe permite esticar as pernas.

Embora com preço bem acessível, o local se assemelha à primeira classe de uma companhia aérea, – o ingresso custa dez euros (R$ 34), cerca de apenas três a mais que o valor de qualquer sala de cinema do centro de Berlim.

O valor da entrada inclui o prazer de esticar as pernas, a confortável poltrona reclinável, uma taça de espumante alemão ou um coquetel sem álcool e serviço de guarda-roupa. Garçons e garçonetes qualificados servem as bebidas, tortas e outros mimos nas mesinhas junto à poltrona antes da sessão começar. Apagada a luz, o serviço é encerrado.

Se o espectador se contentar com o coquetel de boas-vindas servido na entrada, o programa continua sendo acessível. Mas, se entrar no cinema com fome, a sessão pode sair bem mais cara – pagará cerca de 15 euros por um mini-menu, ou até 200 euros se consumir o champanhe francês.

O Astor Lounge fica na Avenida Ku’Damm, uma das mais famosas da capital alemã, aonde por décadas funcionou o Filmpalast. Remodelado e reaberto, ele é exemplo do luxo contemporâneo, tendo como missão enfrentar a crise oferecendo ao cliente serviços inimagináveis.

Para quem estiver em Berlim, e quiser escolher o filme e horário para desfrutar de todo esse luxo, acesse:
http://www.astor-filmlounge.de/

Para cima